quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Você é um Embaixador

“Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio” (2 Coríntios 5.18-20a).

Este versículo é uma declaração política. Deus, em Cristo, estava reconciliando consigo o mundo. A Igreja é uma agência de Cristo aqui na Terra. Nós somos a Igreja de Cristo e, através de nós, Deus está levando uma mensagem de nova oportunidade àqueles que caíram através do pecado. Ele nos confiou esta responsabilidade. Alguém disse: “Deus sempre usa pessoas”. É verdade. Ele não vai usar uma pedra, ou uma árvore, ou uma porta, Ele vai usar você para exortar ao mundo a Sua mensagem.
Nós somos cidadãos do Reino de Deus. Nós somos portadores da maior de todas as notícias!
Algumas considerações sobre os embaixadores que podemos extrair como embaixadores do Reino de Deus aqui na Terra:

1. O EMBAIXADOR É APONTADO PELO REI, NUNCA É VOTADO. É o chefe de Estado quem escolhe. Fomos escolhidos por Deus. “E, quando amanheceu, chamou a si os seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolos” (Lucas 6.13).

2. O EMBAIXADOR É APONTADO PARA REPRESENTAR O ESTADO. Quando o Senhor Jesus lhe escolheu foi para que você representasse o Reino de Deus aqui neste mundo.

3. O EMBAIXADOR TEM APENAS COMPROMISSO COM O INTERESSE DO ESTADO. Nós estamos interessados nos assuntos dos Céus aqui na Terra.

4. O EMBAIXADOR CARREGA DENTRO DE SI A NAÇÃO. O embaixador não é uma pessoa. Ele é uma nação. Você deve ter o Reino de Deus dentro de si. Deve viver e respirar as coisas do Pai 24 horas. Jesus disse: “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha própria vontade, e sim a vontade daquele que me enviou” (João 6.38). Assim também devemos fazer.

5. O EMBAIXADOR SÓ FALA SOBRE A POSIÇÃO DO SEU GOVERNO. Se você fizer uma pergunta a um embaixador, ele nunca vai dar a sua opinião. Nós, como servos de Deus, não podemos dar a nossa opinião sobre assuntos perguntados a nós, e sim qual é a posição do Senhor na Sua Palavra. Não é o eu acho o que é errado ou não, ou o que é pecado ou não, e sim qual é a posição da Palavra de Deus sobre o determinado assunto. Jesus, como representante do Reino, disse: “As palavras que eu vos digo não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras” (João 14.10).

6. O EMBAIXADOR ESTÁ COBERTO PELO SEU GOVERNO. Os embaixadores não recebem salário. Eles não precisam de salário. Por quê? A vida inteira deles é responsabilidade do governo. Casa, carro, comida, roupa, entretenimento. Quando você é embaixador do Reino de Deus, você não deve se preocupar com nada, pois o Rei, Jesus, sabe do que você precisa. Ele provê. “Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6.31-32).

7. O EMBAIXADOR NUNCA SE TORNA UM CIDADÃO DO PAÍS QUE ELE ESTÁ VIVENDO. Jesus disse: “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo” (João 17.15-18).

8. O EMBAIXADOR NÃO É POBRE COMO A NAÇÃO QUE ELE ESTÁ VIVENDO, E SIM TÃO RICO COMO A NAÇÃO QUE ELE REPRESENTA. Nós não somos miseráveis como existem pessoas que são. O diabo traz a miséria, mas Jesus traz vida abundante.

Busque do Espírito Santo a Unção necessária para que você possa ser um verdadeiro embaixador do Reino de Deus neste mundo. O Senhor o escolheu para que você possa ser frutífero: “Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda” (João 15.16).

Como Embaixador de Cristo,
Pr. Enádio.

*Ministração baseada na preleção “O propósito e o poder da Igreja” do Dr. Myles Munroe, feita em DVD e distribuída da Editora Central Gospel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário